Um banho relaxante em uma banheira elegante é um desejo de consumo. Saiba como escolher o modelo ideal para sua casa

Ter uma banheira em casa é um privilégio que todos gostaríamos de ter, não é verdade? Mas, para realiza-lo, é preciso estar atento sobre sua instalação e, claro, qual o melhor modelo a ser escolhido para conquistar o banho ideal. Mesmo em apartamentos que não tenham a banheira em seu projeto original, é possível inseri-la no ambiente, mas precisamos nos ater sobre os cuidados necessários para tal.

A primeira coisa a avaliar é conferir se as dimensões do banheiro comportam um elemento desse porte. Além destes cuidados, a banheira requer atenção nas partes hidráulica e elétrica, principalmente para evitar vazamentos e fazer uma boa vedação para evitar problemas futuros. Ficar atento ao peso da banheira, também, é crucial, pois em alguns casos é necessária autorização do condomínio para instalá-la após avaliação do projeto estrutural do prédio.

Algo interessante de pontuar, é que as banheiras não precisam ficar restritas aos banheiros. Elas também podem ser instaladas em quartos e varandas. Se for um modelo para uma ou duas pessoas, o usual são as banheiras comuns, normalmente instaladas nos ambientes internos.

Foto: Jomar Bragança

Já as com capacidade para três ou mais – as banheiras spa – podem ser usadas em ambientes externos, sozinhas ou acopladas à piscina. Elas são maiores e costumam ter assentos, jatos de hidromassagem, filtro, controle digital de temperatura e podem até incluir cromoterapia, que utiliza iluminação com cores para restaurar o equilíbrio físico e emocional. Estes modelos precisam de uma obra civil de maior porte, pois necessitam de uma estrutura de alvenaria em volta dela e fiação elétrica específica para suportar a carga do motor, além de tubulação para o motor e para os jatos das duchas.

Existem também as banheiras de alvenaria fabricadas em obra e feitas de qualquer medida e podem ser revestidas com material que quiser, mas sempre levando em consideração os que evitem escorregões, como, por exemplo, pastilhas. Como é uma banheira feita sem medida especial deve se levar em conta, para o conforto do usuário, o espaço mínimo para obter o correto posicionamento do corpo para se aproveitar o banho de maneira prazerosa.

Foto: Jomar Bragança

Uma dúvida que sempre paira no ar é: banheira de imersão ou de hidromassagem? Qual escolher? Bom, a demanda por banheiras de imersão acaba sendo maior por causa da simplicidade de sua instalação, uma vez que elas não precisam de estruturas metálicas ou de alvenaria para isso, mas vai depender do espaço e do gosto do cliente.

As banheiras de imersão, também chamadas ‘freestanding’ são banheiras de apoio no piso, portanto precisam apenas de ponto de esgoto e ponto de água para serem instaladas. E, além dessa praticidade, hoje em dia elas têm sido muito usadas por apresentarem um design diferenciado e deixarem os ambientes mais charmosos. Banheiras de linhas retas e formas limpas são mais indicadas para decoração no estilo moderno, já as banheiras de linhas curvas e desenhos vitorianos (com referência no início do século XIX), proporcionam requinte ao ambiente.

Em se tratando de modelos e materiais, o que não faltam são opções no mercado. Atualmente, as banheiras são feitas de acrílico, gel coat, quarrycast e madeira.

Acrílico – é um ótimo acabamento e muito recomendado, pois oferece várias opções de formatos e modelos. Ele mantém a temperatura da água por mais tempo. É um material com mais brilho, mais resistente a produtos químicos e de fácil limpeza;

Gel coat é um tipo de resina ou gel de revestimento que ao endurecer fica com aspecto de louça sanitária. Esse modelo é leve e resistente e possui menos brilho que o acrílico, mas permite reparos em trincas e furos. Podem ser fabricadas em várias cores, é mais barato que o acrílico, porém perde o brilho com o tempo;

Quarrycast é a mistura de rocha vulcânica bem moída com resina. Quando é de cor branca, a mais original, não amarela e nem perde brilho. Mantem o calor da água por mais tempo. Este material é uma inovação no setor de banheiras e usado em banheiras freestanding (do tipo imersão) e já são encontradas em outras cores, diferentes do branco;

Madeira – é usada em ofurôs, sendo madeira de grande resistência, como cedro. Os ofurôs são aqueles modelos de banheira inspirados em banhos de imersão da cultura japonesa, nos quais o corpo fica imerso em água quente até os ombros.

Destas opções, eu recomendo o acrílico, por ser moderno e por ser usado tanto em banheiras de hidromassagens quanto em banheiras de imersão. É um material de alta qualidade e brilho superior ao gel coat.

Gostou da dica? Entre em contato com a gente. Que tal realizarmos juntos seu projeto com banheira?